"Diagnóstico não é destino"

Especialistas

TODOS SABEM QUE EXERCÍCIOS FAZEM BEM. POR QUE NEM TODOS PRATICAM?

Oportunidades-unicas-negocio-olimpiadas-dicas-empreendedorismo-homens-terno-correndo-pista-atletismo-competicao

A prática regular de exercícios auxilia na melhora da saúde física, contribui com o tratamento de doenças crônicas, aumenta a disposição para as atividades diárias, facilita o controle de ansiedade, eleva a autoestima, gera benefícios para o corpo, a mente e as emoções. Porém, muitos estudos indicam que estes benefícios aparecem em níveis significativos com, pelo menos, cerca de 6 meses de prática regular.

"Ok, Gabriela. Que os exercícios são ótimos para o corpo e a mente, já sabemos. Que gostamos da ideia, também. Agora conte como manter esta prática regular, torná-la um hábito, inserir na rotina... Convenhamos que nem sempre é fácil, né?"

De modo geral, as pessoas sabem dos benefícios proporcionados pela prática de exercícios. Porém, uma das demandas mais frequentes em Psicologia do Esporte e do Exercício se refere, justamente, à sua prática regular e continuada, tornando-a um hábito cotidiano. É comum o relato de pessoas que iniciam a prática de uma modalidade para exercitar-se (musculação, caminhada, corrida, ginástica, natação...) e desistem diante de dificuldades como:

- organização na rotina diária,
- cansaço ao final do dia de trabalho,
- mudança do clima e temperatura,
- falta de companhia e incentivo,
- perda do interesse pela modalidade ao longo do tempo, - pouco vínculo com professores ou colegas,
- "preguiça",
- entre outras questões.

Observa-se que o problema nem sempre está na preguiça em continuar, ou na falta de vontade (como muitos pensam e criticam) mas que existem variadas barreiras que podem dificultar a adesão. Portanto, a intenção e a motivação são extremamente importantes, mas não são determinantes. Mais do que vontade, é preciso racionalidade para evitar problemas que possivelmente aparecerão e, principalmente enfrentá-los, caso ocorram.


Para facilitar a adesão à prática regular e continuada de exercícios físicos algumas dicas podem ajudar:

- Autoconhecimento: identifique seus gostos e pontos fortes, para escolher uma modalidade que você goste e tenha a ver com sua personalidade;

- Motivação: tenha clareza das SUAS razões para praticar, elas são pessoais e particulares, e podem ser muitas.

- Metas: estabeleça metas e objetivos reais e desafiadores, de médio, curto e longo prazo e planeje os passos que precisará dar (um de cada vez) para alcançá-los. Não tenha pressa, o mais importante é seguir se movimentando em busca dos seus focos.

-Mentalização: dedique alguns segundos ou minutos do seu tempo para imaginar- se praticando o seu exercício cada vez com mais vontade e qualidade. Crie imagens mentais dos seus movimentos, do seu treino, dos exercícios novos que está aprendendo, etc.

-Acompanhamento: busque o acompanhamento de profissionais qualificados que lhe auxiliem a reconhecer seus pontos fortes e próprias características, além de identificar e desenvolver seus pontos a serem melhorados.

-Relacionamentos: conte com o apoio de profissionais, colegas, amigos ou familiares com quem você estabeleça vínculos positivos de confiança e parceria para a prática.

Por fim, a intenção em praticar é fundamental e as técnicas mencionadas até aqui podem auxiliar. Mas a realização conta, também, com a identificação dos desafios existentes no processo:

-Antecipação de barreiras: o autoconhecimento facilita a identificação de possíveis problemas que você terá que enfrentar (logística, organização, cansaço ou "preguiça", perda de interesse ao longo do tempo...). Procure antecipar estas barreiras e, principalmente, planejar as soluções que emitirá para resolvê-los. Contar com profissionais da saúde especialistas no esporte podem auxiliar na identificação dos problemas e das soluções.

-Domine a mente: se der preguiça no dia de treino ou aulas, comece com preguiça mesmo. Ao final do treino você provavelmente se sentirá satisfeito pela sua realização e possivelmente nem lembrará que estava com preguiça antes de começar.

Observe suas particularidades. Identifique seus pontos fortes e pontos a serem melhorados. Busque ajuda quando necessário. Ninguém disse que é fácil. Mas ninguém disse que é impossível 😊 É possível e, quando alcançado, é bom demais! 

Imagem Google
Está pensando em fazer seu primeiro IRONMAN?
Diagnóstico não é destino, esse é seu lema!

Posts Relacionados

Comentários

 

Inscreva-se para ser avisado sobre novos posts

© Copyright 2018 - Fernanda Hayde

Ventura Web Solutions

Assine o nosso BLOG e seja notificado quando houver uma nova postagem!