"Diagnóstico não é destino"

Especialistas

Exercício Físico e Espondilite Anquilosante

dor-no-quadril-1176x445

Estudos mostram que pacientes diagnosticados com Espondilite Anquilosante, que foram submetidos a atividade física e/ou o exercício físico como forma de auxiliar no tratamento, demonstraram significativas melhoras, em especial aqueles que optaram pelos exercícios supervisionados por um educador físico ou fisioterapeuta. 

A sua prescrição bem como a frequência semanal devem adequar-se a cada paciente e aos objetivos definidos individualmente. Antes de começar, o profissional deve avaliar o paciente e a partir daí montar um planejamento de exercícios de fortalecimento e alongamento. É importante lembrar que como em qualquer início de atividades os resultados e benefícios só começam a aparecer após algumas semanas de treinamento, e também o feedback entre paciente e profissional é muito importante, assim o trabalho se torna mais proveitoso.

Pontos a serem observados durante a prática de atividade física e/ou o exercício físico:

- Procure profissionais capacitados e de confiança;
- Procure fazer exercícios de fortalecimentos e alongamentos no mínimo três vezes na semana;
- Comece pelo básíco, sem pular etapas;
- Busque motivações, assim a prática se torna mais prazerosa;

A reabilitação faz parte do processo terapêutico na EA. A terapêutica farmacológica e não farmacológica são complementares e relevantes no tratamento inicial e a longo prazo destes indivíduos, é preciso fomentar mais sobre esse assunto, pois os exercícios e alongamentos tem efeito positivo a curto prazo na função, motivação e sensação de bem-estar.

CUIDADO COM OS SUPLEMENTOS ALIMENTARES: Nem sempre...
Ser imune é estar protegido!

Posts Relacionados

Comentários

 

Inscreva-se para ser avisado sobre novos posts

© Copyright 2018 - Fernanda Hayde

Ventura Web Solutions