"Diagnóstico não é destino"

Especialistas

Doenças Autoimunes

Doenças Autoimunes

Olá!!! Vamos falar sobre as Doenças Autoimunes e sua relação direta e importante com os fatores ambientais incluindo a ALIMENTAÇÃO. Percebo que pouco se fala desta relação que muito contribui quando potencializamos este cuidado.

Vamos começar lembrando que uma doença autoimune é aquela quando um sistema imunológico disfuncional ataca os tecidos do próprio corpo. E ele, por sua vez, tenta nos avisar através de sinais e sintomas. Podem ser eles: alergias, acne, ansiedade, Alzheimer, articulações inchadas e doloridas, asma, cistos mamários, depressão, dor de cabeça, fadiga, infertilidade, excesso de peso, olhos secos, inchaço abdominal, gases, constipação, diarreia, refluxo/ azia, queda de cabelo, TDH, dentre tantos outros.

Se estamos falando que as doenças autoimunes estão associadas ao sistema imunológico, logo entendemos que o órgão chave é o INTESTINO, afinal 80% do sistema imunológico está nele. O intestino precisa estar saudável para que o sistema imunológico responda de forma adequada. Guardem isso: Toda doença autoimune se inicia no intestino!

Vamos nos ater aqui a DIETA, mas além dela o estilo de vida, os fatores ambientais e o estresse desempenham papéis importantíssimos para mantermos este órgão alvo saudável.

A inflamação, em que pequenas doses pode te ajudar na cura, quando de forma crônica gera um estresse no corpo inteiro em especial no sistema imunológico. Em pessoas com doenças autoimunes a inflamação é a que gera os sinais e sintomas e a piora do quadro, mas em pessoas que não tem este diagnóstico, uma inflamação exagerada pode precipitar um transtorno autoimune.

Sendo assim de uma forma prática, a idéia é eliminar da rotina alimentar os alimentos mais inflamatórios. Dentre vários, o GLÚTEN é o de maior destaque. Sim, tudo que contém glúten pode estar potencializando a reação inflamatória intestinal e piorando o seu quadro. E ele está escondido em muitos alimentos de comum e fácil acesso no dia a dia, ex.: pães, bolos, bolachas, macarrão, sucos, achocolatados, barrinhas de cereal, bebidas alcoólicas, etc.

Vamos admitir aqui que não é nada incomum em um dia consumirmos pão com achocolatado no café da manhã, uma barrinha de cereal no lanchinho da manhã, um prato de massa no almoço, um biscoito á tarde e finalizarmos o dia com um sanduíche no jantar. O resultado disso uma dieta extremamente inflamatória potencializadora de doenças autoimunes.

Mas como reverter este quadro então? O que eliminar da dieta? Substituir por quais alimentos? Existem alimentos anti-inflamatórios? 

Tudo isso vamos discutir aqui em nosso espaço, além de vários outros pontos que cercam estas doenças inflamatórias. 

O Impacto da inatividade física na saúde global
“Tá” Fácil ser saudável. Será que “Tá”?

Comentários

 

Inscreva-se para ser avisado sobre novos posts

© Copyright 2018 - Fernanda Hayde

Ventura Web Solutions